quarta-feira, 26 de julho de 2017

Caminho Incansável


Caminho e meus pés tocam o que a estrada oferece...
Caminho e meus guias me mostram apenas o que minha mente, meus olhos e meu coração
está disposto a ver, tocar ou sentir...

Caminho... e meu caminhar é sempre de aprendiz...
Caminho e na busca de curar-me vou curando os moribundos que encontro
e a luz que me ilumina irradia não apenas os porões de minha alma
mas também das almas que toco...

Caminho e por vezes apenas por caminhar fico surdo, mudo e cego para o que não me faz bem...
Caminho... e a cada passo vivo uma nova lição... Percebo coisas que sempre ali estiveram, mas nuncas foram vistas...
Toco coisas que nunca toquei porque nunca me permiti...
Sinto coisas que nunca senti porque meu coração cria um muro em sua volta para proteger-me de mim e do que o despedaça...

Por fim caminho sempre e mesmo machucado, cansado não deixo de caminhar
porque a roda da vida anda sempre para frente e o segredo da cura...
mora no movimento...
Então caminho incansável até o fim...

Cléber Otávio.

sexta-feira, 21 de julho de 2017

Luz e escuridão


Não há fronteiras que separem os medos e as dores da alma...
A cada passo em direção a eternidade
Se abrem caminhos internos...

Entre a luz e a escuridão moram as escolhas... e o silêncio eterno dos sábios...
As paixões distorcem olares serenos e entorpecem os sentidos...
O amor alimenta a alma e mostra a verdade sobre todas as coisas...

Quando se tem amor próprio...
Atrai-se amor e bem viver em tudo...
Quando não...
Há apenas miséria e dor...

Cleber Otavio.

domingo, 9 de julho de 2017

Sozinho...


Todos os meus sentidos te procuram...
Mas não te encontram
Então Peregrino pelas muitas estradas
Situadas entre os apelos sagrados ou mundanos
Que encontro pelos caminhos e descaminhos de um andar solitário...

A saudade me faz derramar lágrimas ao cantar nossas canções...
Me faz curar tua falta em falos falsos ou em travesseiros sinuosos como teu corpo...
Me perco entre a realidade e a fantasia e por vezes me perco de mim na esperança de te encontrar...

Mas há um imenso espaço que nos separa...
Algo que te faz inalcansável como o sentimento que nutro...
Então sigo sozinho, na dor imensa e inconstante que tua falta provoca em minha alma...

Cleber Otavio